Marketing verde: Informações importantes para que você possa implementar na sua empresa agora mesmo

Sensibilizando o mercado e a indústria.

Você já reparou em como algumas empresas se esforçam para deixarem claro em suas divulgações questões relacionadas à sustentabilidade, como “amigos da natureza”, “nossos produtos não prejudicam o meio ambiente”, “reutilizamos materiais durante a produção” e, até mesmo, termos estrangeiros, como “eco-friendly”?

Quando nos deparamos com tais abordagens, estamos falando de marketing verde. Neste post vamos detalhar o que é e por que sua empresa deveria se preocupar com esse tipo de divulgação.

Vender um serviço ou produto implica subjetivamente em vender uma imagem. Porém, pode ser muito prejudicial vender uma imagem de empresa sustentável sem colocar em prática os conceitos de uma empresa com tal organização, além de prejudicar o meio ambiente. Imagine quão negativo seria a empresa vender uma imagem de “amiga da natureza”, enquanto descarta lixo em um rio e usa materiais ilegais ou substâncias tóxicas para garantir maior produtividade.

O marketing verde pode ser implantado de maneira descomplicada nos casos de pequenas ou médias-empresas, porque é fácil ter controle das atividades realizadas e das atitudes de funcionários, sendo também mais simples de criar o hábito na realização de novas práticas menos prejudiciais. Logicamente, grandes empresas também adotam o marketing verde, com um pouco mais de trabalho.

A sua empresa pode dar os primeiros passos reduzindo os impactos ambientais negativos (no limite do possível) e preservando o meio ambiente, substituindo produtos prejudiciais por produtos que sejam menos danosos à natureza.

Uma vez que o representante da empresa começa a considerar esses valores, ele pode repassar aos funcionários para que ajam na transformação dos processos da empresa.

Após esse ponto, as práticas sustentáveis podem ser divulgadas para os consumidores, mostrando a consciência ecológica de sua empresa, creditando valor para sua marca, gerando simpatia da população e mais consumidores para seus produtos.

É cada vez maior, por exemplo, o número de consumidores que buscam produtos que não realizam testes em animais, e muitos se recusam a usar os que testam. A maioria das empresas não sabem que podem reduzir em grande escala o uso de água em seus processos. Questões como uso de água, descarte de lixo e cuidado com o ambiente são, muitas vezes, critério de desempate, quando uma pessoa procura um produto ou serviço. Assim se sua empresa demonstra ter consciência ecológica, a tendência é que o público com a mesma consciência se sinta atraído pelo ideal da empresa, buscando consumir o que você oferta.

Como o marketing verde surgiu pela busca dos próprios consumidores por produtos “amigos do meio ambiente”, alguns consumidores preferem até pagar um valor maior por um produto se não houve, por exemplo, prejuízos ao meio ambiente na sua produção.

Atualmente, os consumidores estão preferindo embalagens retornáveis ou recicláveis e sua empresa não pode ignorar as mudanças nas preferências de consumo, sendo fundamental para o sucesso nas suas vendas.

Se você acredita que sua empresa é capaz de se adaptar às exigências de consumo, a Ecoalize está aqui para auxiliar na implantação do marketing ambiental da sua empresa.

 

Escrito por: Gabriel Tonelli, graduando em C. biológicas pela Universidade Estadual de Maringá e assessor de Marketing da Ecoalize – Empresa Júnior de Biologia

SIGA A GENTE NAS REDES SOCIAIS:

Instagram: @ecoalizeuem

Facebook:  Ecoalize UEM

Referências

ADVINCULA, L. G. Marketing Verde: o que é e por que ele pode ajudar a melhorar a imagem da sua empresa. 2018.

DIAS, Reinaldo. Marketing Ambiental. São Paulo: Editora Atlas, 2007.

QUEIROZ, B.; DOMINGUEZ, M.; ABREU, N. Ecomarketing. Faculdade de Economia

do Porto. Dissertação. 2003.

 

Leave A Reply