Histórico da empresa com o projeto de monitoramento das lontras no Rio Paraná

 Acompanhando as lontras da região de Porto Rico há mais de 4 anos

 

Porto Rico é um município do estado do Paraná, localizado às margens do rio que recebe o nome do Estado, é uma cidade que atrai milhares de turistas no verão para desfrutar de suas prainhas de água doce. Por conta disso, possui diversos empreendimentos para receber os turistas.

O condomínio Porto Rico Resort Residence está entre eles, com estrutura completa, moderna e aconchegante, permite aos proprietários diversão e segurança. Além de todo o espaço, o condomínio possui rampas náuticas que permitem às pessoas o acesso direto de suas embarcações ao Rio Paraná.

Rampa náutica existente no condomínio

Para construção dessas rampas náuticas o condomínio precisou solicitar um Licenciamento Ambiental ao órgão ambiental responsável, o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Como condicionante, para avaliar os impactos ambientais, o ICMBio exigiu o monitoramento das lontras da região pois estas utilizam o rio na obtenção de alimento – principalmente composta por peixes – e as margens para abrigar-se. Esses animais são semi aquáticos e considerados espécies chave e são diretamente afetados pela degradação de habitat causada pela construção e utilização dessas rampas. Sua extinção afetaria diretamente outras espécies.

Sendo assim, a Ecoalize – Consultoria Ambiental Júnior foi contratada para a realização deste monitoramento em Porto Rico e, desde 2015 – em parceria com o condomínio Porto Rico Resort Residence – vem realizando esse serviço com qualidade e dedicação.

Lontra observada durante a visualização da margem

Em campo nossa equipe realiza a metodologia de visualização da margem do rio onde se encontra o empreendimento a procura da lontras e a instalação de câmera trap em pontos específicos, afim de registrar a presença do animal e seus hábitos. Além disso, é realizado a vistoria de pontos específicos a procura de materiais biológicos das lontras, como fezes e muco anal.

Modelo de câmera trap de fauna silvestre

Os materiais biológicos são coletados e levados para a Universidade Estadual de Maringá – UEM, com o objetivo de analisar a dieta e o número de indivíduos da população de lontras, por meio da triagem das fezes e análises genéticas. Além disso, ao tirar as fezes encontradas podemos observar os tipos de organismos que as lontras têm preferência em sua alimentação e verificar os impactos que a população local causa nesta alimentação, exemplo disso são pedaços de rede de pesca encontradas nas fezes das lontras.


Ao longo dos 4 anos de prestação de serviço, a Ecoalize busca trazer novas metodologias e análises para acrescentar mais processos na pesquisa com o intuito de melhorar a captação e interpretação dos dados. Além disso, essa ação permite que nossos membros construam conhecimento científico através de artigos e trabalhos de conclusão de curso que já puderam ser realizados na duração do projeto, enriquecendo as publicações, capacitando nossos membros e mantendo dados ao longo de anos.

 

 

 

Escrito por: Diana Köhler, graduanda em C. biológicas pela Universidade Estadual de Maringá e assessora de Projetos da Ecoalize – Empresa Júnior de Biologia

 

 

 

 

Escrito por: Samara Calvi, graduanda em C. biológicas pela Universidade Estadual de Maringá e assessora de Projetos da Ecoalize – Empresa Júnior de Biologia

 

 

 

Leave A Reply